O núcleo foi fundado em 2015 por alguns alunos da Universidade de Uberaba (UNIUBE) e conta com aproximadamente 40 voluntários, onde a maioria são alunos de engenharia da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), mas também dispõe de profissionais das áreas de engenharia, arquitetura, design e odontologia. A diretoria executiva é composta pelas: Diretoria Geral, Vice-Diretoria Geral, Financeira, de Qualidade, Comunicação, Recursos Humanos e a de Projetos. Além da diretoria executiva, há assessores nos departamentos de projetos, qualidade, recursos humanos, comunicação, financeiro e coordenadores para cada projeto.

Há dois eixos principais de trabalho: educação e reforma. Os projetos atuais na área de educação são os “Futuros Matemáticos” e “Nos Caminhos da Matemática”. Na área de construção civil e intervenções são o “Reforme um Lar” e o “Pallets”. O núcleo também trabalha com alguns eventos para arrecadação de fundos, como o “Bazar sem Fronteiras” que está se tornando tradição. O projeto “Reforme um lar” consiste em fazer reformas pontuais em casas de famílias carentes ou em instituições que prestam serviços para a comunidade de Uberaba e que não possuem condições para executá-las. Analisa as necessidades da comunidade e da edificação, estabelecendo prioridades para a execução do trabalho de modo que o projeto atenda da melhor forma possível os anseios da população assistida. No projeto “Futuros Matemáticos” se ensina matemática de maneira lúdica com o método do ensino ao avesso para as crianças de diversas idades do Instituto Meninos e Meninas. No projeto “Nos Caminhos da Matemática”, a matemática é desbravada de forma divertida e leve para que as crianças que frequentam o Centro de Capoeira Águia Branca entendam esse mundo nem sempre tão bem compreendido. O projeto “Pallets” é algo mais pontual, que surgiu devido à necessidade de mais bancos na área comum do Instituto de Ciências Tecnológicas e Exatas (ICTE) e do Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação (ICENE) da UFTM. A fim de proporcionar um local mais aconchegante para os alunos e funcionários, os voluntários confeccionaram bancos com pallets e com materiais que seriam descartados, prezando a sustentabilidade.

Em razão da pandemia do COVID-19, os projetos citados foram suspensos por demandarem de atividades presenciais e, então, outros dois foram criados: “Ações contra COVID-19” e “EducESF”. O projeto “Ações contra COVID-19” consiste em fazer mapeamentos, cadastros, classificações de famílias da comunidade uberabense para então proceder, seguindo os protocolos de segurança em relação ao COVID-19, com as doações de cestas básicas, kit’s de higiene, brinquedos, roupas, máscaras e itens de casa. No ano de 2020, através deste projeto, conseguimos doar mais de 740 kg de alimentos, 96 L de leite, 324 fraldas, 10 L de álcool, 50 máscaras, 156 itens de higiene, 2 nutrien sênior e 20 eletrodomésticos/mobílias, impactando 104 pessoas diretamente. Já o projeto “EducESF” conta com a elaboração e a divulgação de vídeos, através do YouTube, que abordam conceitos fundamentais de matemática, tendo como público alvo crianças e adolescentes de diversas séries do ensino básico ao médio.

Todos projetos citados, sendo eles presenciais ou remotos, têm como principais objetivos, a melhoria na qualidade de vida da comunidade de Uberaba, em especial os que estão em situação de vulnerabilidade social, assim como o auxílio na formação de crianças e jovens para que saibam a importância da educação e que tenham ferramentas para construir um futuro melhor. Em um levantamento feito em 2018, seus projetos impactam direta e indiretamente por volta de 2000 pessoas da comunidade Uberabense. Há uma parceria contínua com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) de modo a vincular os projetos desenvolvidos pela ONG, como projetos de extensão, para que a qualidade do trabalho seja contínua, datada, estudada e que, ademais, aproximem os universitários a vislumbrar a realidade social da comunidade de Uberaba com olhar crítico, para que os mesmos possam ser agentes de mudança e não mais espectadores do corpo social.

O maior propósito é despertar o senso de responsabilidade social na comunidade e estabelecer laços contínuos entre o corpo de trabalho e o corpo assistido.

Quer saber mais sobre o Núcleo Uberaba? Acesse suas redes sociais ou entre em contato através do e-mail uberaba@esf.org.br

Status: Núcleo Pleno.