O Engenheiros Sem Fronteiras – Brasil, com patrocínio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA, desenvolveu o Livro Engenharia Popular: construção e gestão de projetos de tecnologia e inovação social. O livro tem como premissa discutir a engenharia como instrumento do desenvolvimento social e ambiental. Serão apresentados conceitos e experiências já trabalhados e vivenciadas por docentes, estudantes e profissionais. A publicação tem por objetivo discutir práxis a partir de exemplos de projetos já executados pelo ESF-BR e alguns parceiros.

Patrocínio:

A ética, como define o Código, acompanha o cotidiano dos profissionais da Engenharia, da Agronomia e das Geociências, da mesma forma como preconiza a Lei nº 5.194/1966 ao definir o caráter social das atividades abrangidas pelo Sistema Confea/Crea. Assim, obras e serviços oferecidos pelos profissionais promovem os princípios éticos, estabelecidos, desde 1971, neste Código de Ética, cuja última atualização remete já a 2002, por meio da Resolução 1002.

Confira o Código de Ética Profissional.


Cadastre-se para receber o livro

* indicates required

De acordo com a lei nº 13.709/2018, que entrará em vigor em maio de 2021. Cujo objetivo é regulamentar o tratamento de dados pessoais de clientes e usuários por parte de empresas públicas e privadas. Seguindo a legislação, o Engenheiros Sem Fronteiras – Brasil se compromete em utilizar os dados compartilhados para os fins de envio de publicação de livro e informativos sobre a organização. Não divulgando, sem o consentimento do usuário. Autorizo o compartilhamento dos dados pessoais (nome e e-mail) a organização Engenheiros Sem Fronteiras – Brasil e entidades parceiras.  

* Aguarde alguns minutos para receber e verifique em sua caixa de Spam.


Conteúdo

O Livro Engenharia Popular: construção e gestão de projetos de tecnologia e inovação social está dividido em três seções em vista de facilitar a compreensão dos leitores do teórico ao prático.

Parte 1: A Engenharia Popular

Nesta parte serão discutidas questões conceituais sobre a engenharia popular, para quem é, quem faz e discussões relacionadas ao desenvolvimento sustentável, ao currículo das engenharias e à extensão universitária e educação popular. Essa parte do livro está sendo desenvolvida por profissionais e docentes com experiência em engenharia popular.

Parte 2: Gestão de Projetos de Tecnologia e Inovação Social 

Após a discussão mais teórica para entendimento da engenharia popular, será discutido de forma mais operacional as etapas da gestão de projetos sociais com conteúdo teórico e prático. Essa parte foi elaborada por membros da Rede ESF-Brasil com experiência e vivência prática na área.

Parte 3: Experiências e vivências

Para finalizar, projetos realizados por núcleos do ESF-Brasil vão ser discutidos relacionando-se com as etapas da gestão de projetos e mostrando desafios da execução de projetos sociais de engenharia. Duas organizações parceiras estão presentes nessa parte, Habitat para Humanidade Brasil e Sapiência Ambiental.


Experiências e Expectativas

Gabriel ChieleDiretor Geral do Núcleo Porto Alegre e Graduando em Engenharia Civil na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Núcleo Porto Alegre
Autor no Livro Engenharia Popular, Capítulo Projeto Amenizar: mantas térmicas sustentáveis

“Participar da construção do livro de Engenharia Popular do ESF foi uma experiência incrível. Me senti muito grato pela oportunidade de passar meu conhecimento sobre assuntos tão relevantes para a consolidação de uma engenharia mais humana e solidária.  Após a finalização do trabalho me sinto motivado a seguir nessa linha de trabalho e, cada vez mais, disseminar práticas inovadoras para transformar a engenharia.”

Victória Abrahão – Engenheira Ambiental e Sanitarista (UFJF) e Co-fundadora da Eclo Compostagem Urbana
ESF-Brasil
Autora no capítulo Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento Profissional e revisora do Livro Engenharia Popular

“Foi incrível a oportunidade de participar na escrita e na revisão do livro “Engenharia Popular: Construção e gestão de projetos de tecnologia e inovação social”. Pude compartilhar um pouquinho da minha experiência e aprendizado vividos como assessora técnica e vice-presidente técnica nessa ONG maravilhosa. Ainda pude aprender um pouco mais sobre outras organizações incríveis, o que me incentiva a querer cadê vez mais estar inserida no terceiro setor. O livro está espetacular!”

Adalberto Teodoro – Engenheiro Civil (Pitágoras) e Especialista em Processos e Operações de Construção Civil (SENAI-MG)
ESF-Brasil
Autor no Livro Engenharia Popular, Capítulo Avaliação de Projetos

“Acredito no conhecimento como chave da transformação no mundo. E poder colocar isso em palavras através de um livro para o ESF é motivo de muita alegria para mim e acredito que um enorme passo para a engenharia no terceiro setor dado o impacto da rede em nosso país. Almejo que as pessoas que lerem sobre nossos projetos entendam o propósito da causa e se sensibilizem a construir junto com a organização um futuro com maior acessibilidade ao conhecimento e a engenharia.”

Fernanda Deister – Engenheira Ambiental e Sanitarista (UFJF) e Mestranda em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos (UFMG)
ESF-Brasil
Organizadora e revisora do Livro Engenharia Popular

“Organizar o livro foi um dos maiores desafios que tive no ESF-Brasil, foram momentos de muito aprendizado.O livro será útil para engenheiros, pesquisadores, professores, estudantes de engenharia e apoiadores da nossa causa pois tem uma linguagem que atende a todos os públicos, com exemplos práticos e desafios que enfrentamos no dia a dia.  O  mais importante, porém, é que o livro é um lembrete de que a engenharia é feita por e para pessoas e que isso jamais deve ser esquecido ao exercermos a nossa profissão.”

Lígia Monteiro – Engenheira Ambiental (Poli-USP) e Especialista em Cidade e Habitação (Associação Escola da Cidade)
Sapiência Ambiental
Autora no Livro Engenharia Popular, capítulos Autogestão e Sapiência Ambiental

“Recebi com muita alegria o convite para colaborar com a construção do livro de Engenharia Popular, ao lado de autoras e autores que tanto admiro. Acredito que este livro seja um importante passo para aprofundar a reflexão, na rede sem fronteiras, acerca do papel da engenharia na sociedade. Fico muito feliz em fazer parte dessa iniciativa!”

Sandra Rufino – Docente do DEP/CT/UFRN, Integrante da REPOS, Mestre e Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo e Pós-doutora em Tecnologias Sociais pela Université Catholique de Louvain
UFRN / REPOS
Organizadora e revisora no Livro Engenharia Popular

“Desejo que o livro, feito por muitas mãos, Engenharia Popular: construção e gestão de projetos de tecnologia e inovação social seja um referencial para a formação e debate não só para os membros do ESF, como também de estudantes, pesquisadores e profissionais nas engenharias e de quaisquer áreas que queiram conhecer e praticar engenharia popular