ESF KIDS! Crianças Sem Fronteiras antes e depois da pandemia!

Contexto

O que aconteceria se de repente as escolas não abrissem, as pessoas fossem aconselhadas a não sair na rua e para as que puderem, trabalhar de casa. Há alguns meses, acho que todo mundo responderia algo como: impossível, caótico ou improvável. Mas o fato é que aconteceu e agora, quartos, salas e em situações mais extremas, até banheiros, viraram espaço de trabalho. 

E não é fácil para ninguém, pois se trata de uma situação emergencial, inflexível, desconfortável. Aquela sonhada possibilidade de trabalhar em casa, utópica, na realidade não é bem um conto de fadas. Mas em alguns casos pode ser muito pior, principalmente aqueles de famílias com crianças, que os pais acabam precisando trabalhar de casa e abusar da criatividade para entreter as crianças enquanto isso acontece.

É fundamental aproveitar a convivência em excesso para reforçar laços, estreitar o relacionamento e aprender. Em geral, as crianças possuem um olhar curioso e investigador, que sempre se questiona a respeito de tudo, na convivência diária pode ser cansativo mas nem por isso deixa de ser um ensinamento que pode ser aplicado também a vida dos adultos.

Em quantos cenários do trabalho, dia-a-dia ou mesmo resolvendo problemas a gente percebe que poderia ter sido mais questionador e que gostaria de ser mais criativos, caso isso aconteça, se houver crianças por perto, nada como dar corda para os pequenos e inquietos de energia infinita para começar a perceber metodologias criativas por todos os lados.

A experiência do Engenheiros sem Fronteiras com Crianças

Criatec Limeira
Engenheiros do Amanhã – João Pessoa
Feira de Experiências – Tupã
João Monlevade – Bioeduca

Como aplicar essa experiência em casa

Não dá para comparar um projeto e o dia-a-dia de casa com outras responsabilidades se somando ao cansaço da rotina, não é esse o propósito desta publicação. O que queremos trazer são pequenos insights de brincadeiras ou ferramenta que já aplicamos em projetos e que talvez possam ser adaptadas para outras realidades.

A criança, sob vários aspectos, é um livro em branco ansiosa por informação, entretenimento e atenção. E, no contexto de educação essa é uma seleção interessantíssima de características. Vale lembrar que não é para sair colocando metas e expectativas, o legal do momento é apresentar e permitir que a criança se identifique com o que gosta, entende das próprias preferências e se aprofunde, caso queira, no que gostar mais.

O leque de opções é imenso, artes, jogos de tabuleiro, filmes, aprender a programar, experiências de ciências. E, não se pode descuidar da segurança! Crianças por muito tempo em casa é cuidado redobrado com altura, substâncias químicas, objetos cortantes, fogo enfim para um bom criativo qualquer coisa pode virar uma arma então confie com moderação no poder de sites e aplicativos de absorver atenção de filhos e filhas.

O principal é entender os gostos da criança e através deles conseguir engajar na busca por aprendizado. Pode ser esportes, livros, jogos, atores e, de acordo com o interesse, é legal propor desafios. Se gosta de um time faz uma redação contando a respeito de uma vitória, para os viciados em jogo, vale o exercício de imaginar como será fazer um jogo? O que é necessário para tal? Para quem gosta de princesas, vale escrever e ilustrar como seria seu conto de fadas ideal ou se fosse uma princesa, o que vestiria?

Está gostando do artigo?
Apoie nossa ONG sendo um amigo do Engenheiros Sem Fronteiras doando qualquer valor. Seu apoio é essencial para continuarmos fazendo projetos e mudando vidas!
Acesse nossa página de doação e veja como: Faça parte da mudança!
O ESF é uma organização sem fins lucrativos, competente e transparente.
Possuímos diversas certificações de boas práticas e transparência de recursos, que comprovam nosso compromisso com as doações que recebemos e ações que realizamos, acesse o restante de nosso site e confira nossas conquistas, projetos e formas de voluntariado. Todos que querem mudar o mundo conosco são bem vindos! O QUE VOCÊ TEM FEITO PARA IMPACTAR O MUNDO HOJE? Se acredita em uma engenharia
mais humana, justa e social, mude conosco hoje! Doe!

Não é fácil a tarefa de distrair uma criança, mas às vezes o melhor jeito é mergulhar no mundo deles mesmo. E vale o contrário também. Com muito cuidado e em um ambiente controlado, aceitar ajuda para preparar o café, que tal secar a louça limpa? E se puder escolher o cardápio do almoço com a restrição de ter de escolher pelo menos três verduras/legumes?!

Outro ponto interessante é que nem sempre a resposta está online, ou distante. Isso mesmo, em casa, quais são as profissões dos moradores, a rotina de trabalho, a trajetória acadêmica, a história de familiares. Vale engajar com casos pessoais, reconstruir árvore genealógica, apresentar curso, qualificação, ferramentas. Claro, tudo isso depende da faixa etária e do grau de maturidade acima de tudo. A mensagem principal aqui é manter a calma, usar o que tem e observar com cuidado necessidades, dificuldades de adultos e crianças, afinal de contas é um momento delicado para o mundo todo, não é?

Dicas de sites e entretenimento para os pequenos

Aqui vai algumas dicas de sites que podem ajudar nesse período. Existem muitas opções mobile, canais de TV ou aplicativos por assinatura. Aqui iremos apresentar algumas opções WEB gratuitas que se tiver crianças em casa vale a pena dar uma olhada. Por exemplo, a seguir vem esse site que permite o cadastro de interessados em aprendizado ou educadores para conhecer as ferramentas e propõe a realização de projetos, com ajuda de tutoriais e que ficarão disponíveis no site, de forma que é possível navegar por projetos de outras crianças.

Nestas opções abaixo, a programação se torna interativa e mais lúdica e didática, tornando o aprendizado uma diversão.

Também há muitas opções para os curiosos e curiosas que querem conhecer um pouco mais sobre o Mundo e o meio ambiente:


https://www.cursou.com.br/idiomas/ingles-criancas/

No portal Lunetas, há dicas de sites e canais de youtube que vão manter a galerinha inspirada e entretida com ótimos conteúdos.

Por outro lado, existem diversas opções que não precisam de tecnologia e sim de vontade e criatividade. Elas envolvem música – instrumento musical, canto, dança, coreografias, sons em geral; literatura – livros, escrever histórias, contar histórias e até desenhar as histórias; arte – pintura, desenho, artesanato, cerâmica com barro e massinha; experimentos de todos os tipos – culinária, jogos novos, castelinho de copos e cartas, fila de dominós, organizar de um jeito novo, quebra-cabeças, histórias, brincadeiras, jogos, cartas e muito mais!

Por fim, a criatividade, a curiosidade e o questionamento nascem conosco. Todos nós já usufruímos destas habilidades e agora é o momento propício para reativarmos estas qualidades adormecidas e esquecidas devido a rotina agitada da vida adulta em tempos normais.  A situação é temporária e cabe a cada um de nós levar e lembrar do melhor que ela nos trouxe. Aprenda e aproveite! Tudo tem seu lado positivo e, quem sabe com tantas novas experiências, possam surgir ideias legais e interessantes para os negócios e também novas oportunidades!

Autoras

Silvana Picada Bulcão
Anna Beatriz de Aguiar Bergo Coelho

Referências
  1. https://studio.code.org/projects/public
  2. https://scratch.mit.edu/
  3. https://studio.code.org/
  4. https://studio.code.org/projects/
  5. https://pt.khanacademy.org/science/
  6. http://meioambiente.sorocaba.sp.gov.br/sema-vai-a-sua-casa/
  7. https://lunetas.com.br/canais-infantis-no-youtube/
  8. https://www.almanaquesos.com/10-maneiras-de-entreter-uma-crianca-sem-usar-a-tecnologia/